Principais áreas de atuação

  • Realizar exames de Análises Clínicas;
  • Assumir a responsabilidade técnica e firmar os respectivos laudos;
  • Assumir e executar o processamento de sangue, suas sorologias e exames pré-transfussionais;
  • Assumir chefias técnicas, assessorias e direção destas atividades;

Atuar em Tomografia computadorizada (TC), Ressonância Magnética (RM), Medicina nuclear (MN), Radioterapia (RT) e radiologia médica, excluída a interpretação de laudos (ato privativo do profissional médico), e novas tecnologias e aplicações que por ventura sejam aplicadas à área do Diagnóstico por imagem e terapia. As áreas mais significativas são:

  • Operação de equipamentos;
  • Desenvolvimento de protocolos de estudo e examinação;
  • Desenvolvimento de novas técnicas e pesquisa;
  • Coordenação de grupos de colaboradores, administração e gestão de conteúdo e contingente dos setores;
  • Gerenciamento de sistemas de armazenamento de imagens médicas de diagnóstico.
  • Aplicação de produtos para clientes.
  • Atuar na industria de equipamentos e serviços.

A posição adotada para o exame de ultrassonografia, por ser um exame praticamente operador-dependente, deve ser executado e laudado pelo mesmo profissional, uma vez que o biomédico é impossibilitado de promover laudos médicos, a execução desta prática de exame deve ser observada pelo médico responsável técnico do serviço de radiologia.

Atuar no campo da Informática Médica, exercendo atividades no produto final dos estudos realizados, seja o conteúdo de dados ou armazenamento das imagens adquiridas utilizando os sistemas HIS (Hospital Information System), RIS (Radiology Information System) e PACS (Picture Archiving in Communication System) ou outros sistemas de imagens médicas .

  • Participar de pesquisas em todas as áreas da genética, como coordenador ou membro da equipe;
  • Realizar exames de Citogenética Humana e Genética Humana Molecular (DNA), realizando as culturas, preparações citológicas e análises;
  • Assumir a responsabilidade técnica, elaborando e firmando os respectivos laudos e transmitindo os resultados dos exames laboratoriais a outros profissionais, como consultor, ou diretamente aos pacientes, como aconselhador genético.

  • Atuar na elucidação de crimes;

  • Atuar em Identificação e Classificação oocitária; Processamento Seminal; Espermograma; Criopreservação Seminal; Classificação embrionária; Criopreservação Embrionária; Biópsia Embrionária e Hatching;
  • Atuar em Embriologia. Realizar a manipulação de gametas (oócitos e espermatozóides) e pré-embriões.

  • Executar o processamento de sangue e suas sorologias;
  • Realizar exames pré e pós transfusionais;
  • Assumir chefias técnicas, assessorias e direção de unidades;
  • Manusear equipamentos de auto-transfusão;

O profissional legalmente habilitado nesta área poderá exercer todas as atividades inerentes a este campo, com exceção do ato transfusional. A responsabilidade técnica deve ficar a cargo de um médico especialista em Hemoterapia e / ou Hematologia.

  • Realizar colheita de material cérvico vaginal e leitura da respectiva lâmina, exceto a colheita de material através da técnica de Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina (PAAF);
  • Realizar a leitura de citologia de raspados e aspirados de lesões e cavidades corpóreas, através da metodologia de Papanicolaou;
  • Atuar no setor de imunohistoquímica e imunocitoquímica, referente ao diagnóstico citológico;
  • Assumir responsabilidade técnica, firmando os respectivos laudos.

  • Realizar atendimento em consultório voltado à atividade e procedimentos de Acupuntura;
  • Aplicar o diagnóstico energético (complementar ao diagnóstico clínico nosológico);
  • Aplicar procedimentos técnicos para promoção do equilíbrio energético – orgânico;
  • Exercer atividades ligadas à docência e pesquisa.

Parceiros